| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

REVISTA FORMAS & MEIOS
Desde: 03/02/2005      Publicadas: 754      Atualização: 31/10/2005

Capa |  ARTES PLÁSTICAS  |  ARTESANIA  |  ATUALIDADES  |  CARANGO  |  CHARGE  |  CINEMA ANTIGO  |  CLÁSSICA  |  CONTANDO HISTÓRIAS  |  CRÉDITOS  |  CULTURA  |  DEAD ROCK  |  DISCOS / SHOWS  |  EDITORIAL  |  EXPOSIÇÕES  |  F&M FEMININA  |  F&M WORLD  |  FILMES EM CARTAZ  |  FOTOTECA  |  GALERIA VISCONDE  |  GIGANTES DO JAZZ  |  IMPRENSA  |  LITERATURA  |  MAURÍCIO CARDIM  |  MPB  |  MUSEUS  |  PARCERIAS  |  PERSONALIDADES  |  PINTORES  |  PORTFÓLIO  |  PROJETOS  |  QUEM SOMOS  |  RÁDIO  |  REDAÇÃO  |  SAÚDE  |  SPcentro  |  TEATRO  |  TELEVISÃO  |  TENDÊNCIAS  |  TVZONA
CARANGO

AUTOBIANCHI: ESCOLA ITALIANA DE CARROS

AUTOBIANCHI: ESCOLA ITALIANA DE CARROS

Empresa fundada em 1955, na cidade de Désio- Itália formada a partir da cooperação técnica e financeira entre as fábricas Edoardo Bianchi [de onde se originou o nome] , Pirelli e Fiat. Tendo esta última assumido o controle total da fábrica em 1967. Em caráter experimental, Edoardo Bianchi preparou um carro médio de quatro cilindros, cuja fabricação limitou-se a alguns exemplares. Apesar das dificuldades impedir a continuidade do modelo, as instalações em Désio tinham capacidade para a fabricação de veículos em larga escala. Isso levou o engenheiro Ferruccio Quintavalle, em 1954, a despertar o interesse da Fiat e da Pirelli para o potencial automobilístico da Bianchi, que deu à nova empresa o patrimônio e as instalações de sua fábrica, ficando com 33% de participação acionária. A Pirelli ampliou, dessa forma, o campo de utilização de seus pneumáticos. Quanto à Fiat, os motivos que aparentemente a levaram a participar do consórcio foram seu interesse em produzir automóveis subsidiários e a possibilidade de utilizar a Autobianchi como laboratório de experimentação de novas soluções [como a tração dianteira] sem comprometer seu próprio nome.

PRODUÇÃO

O primeiro carro lançado no mercado com a marca Autobianchi, foi a Bianchina no ano de 1957. Um pequeno sedã de dois lugares, motor de dois cilindros em linha, de 15 cv, [logo aumentada para 16,5 cv] e com cilindrada de 479 cc, alojado na parte de trás. Com carroçaria de duas cores, projetada por Fábio Rapi , o carro tinha grandes pretensões estilísticas o que fazia da Bianchina elegante, além de popular. No primeiro ano, a empresa produziu 11 mil veículos. Esse sucesso, que mais tarde levou a diversificação de modelos. A Bianchina Normal e Special, 1959- com 4 portas. A Panoramica, -1960-, a conversível e o furgão.
Entre 1964 e 1966, foi produzida a Stelina, Spider de dois lugares com carroçaria em fibra de vidro, equipado com motor Fiat 600 D. O modelo não obteve sucesso. Em 1969, lançaram a A 111, com tração dianteira fabricada pela Autobianchi, e motor da Fiat 124 Special [ 1438 cc, 75 cv] , freio a disco e a barra de direção, com vários segmentos não-axiais e ligados por juntas universais. A a 112, também de 1969, tinha linhas compactas, totalmente equilibrado quanto às relações de dimensões externa e interna; o tanque colocado à frente das rodas traseiras, o que aumentava a segurança. Devido sua carroçaria esguia tornava o carro mais ágil do que os modelos Fiat correspondentes. Porém seu custo era mais elevado. O carro, antecipou os esquemas da Fiat 127 quanto ao motor: um 850 esporte montado em posição transversal dianteira.

O FINAL

Totalmente incorporada pela Fiat, em 1967, a fábrica permaneceu como subsidiária com a nova denominação de Azienda Fiat. A empresa presta serviços auxiliares para outras marcas. Por exemplo, ao término da produção da Bianchina, transferiu-se para suas instalações a montagem da 500 Normal, a 500 Giardineira e a 600 Múltipla versão táxi. Atualmente, com a compra , pela Fiat, de parte das ações da Citröen, a rede comercial e assistencial da Autobianchi passou a atender também aos carros da fábrica francesa. Caso talvez único na história recente do automobilismo.[Francisco Martins]


CARROS - MIURA: UM FORA - DE - SÉRIE


CARROS - Não parece, mas é


CARROS - ASSESSORIA ESPECIALIZADA EM ANTIGOS


CARROS - CLÁSSICOS AUTOMOTIVOS NA ITÁLIA


" Entre Brescia e Modena, 375 raridades percorrem 1 600 Km em rodovias comuns "

A 23ª edição da mais tradicional prova de longa duração feita com veículos antigos do mundo foi realizada neste dia 21 de maio, em Modena - Itália. Uma verdadeira multidão em torno a Viale Vittorio Veneto. A prova teve início exatamente às 17h45 - horário local-, e eis que surge o Bugatti T49 produzido em 1929 entre os batedores da Polizia Municipale, que têem como missão fechar os cruzamento. Ao entrarem na via um batalhão de fotógrafos estão prontos para registrar a cena. Findada a sessão de fotos o carro arranca deixando para trás fumaça e cheiro de gasolina. Para delírio da platéia, um Maserati 4 CS 11 00, [1934 ], BMW 328 MM - 1937, Mercedes 720 SSK 1929, Astor Martin Le Mans - 1932, são apenas alguns dos 370 modelos europeus que marcaram presença nessa 23ª, prova de maior regularidade e duração de carros antigos do mundo. Segundo regulamento só podem participar carros de 1927 a 1957, mas na edição 2005 contou com a participação de veículos fabricado em 1923, exemplo um Bugatti 723. Serão mil e seissentos quilometros percorrido - ida e volta - e por onde passam vão parando às cidades como Brescia, ao norte do país, que mesmo na madrugada debaixo de chuva dirigem-se às ruas para festejar e desejar boa sorte. Quando da passagem pela cidade de Modena, por exemplo, chamou atenção uma homenagem de ferraris de vários modelos parados nos arredores. Apenas em um trecho com mais ou menos 700 metros contou-se 15 exemplares. É preciso que os carros enquadrem-se nas características originais exigidas pela organização da prova. O mais interessante do Mille Miglia é que esses modelos antigos circulam por rodovias comuns, dividindo espaço com os veículos de fabricação atual. Por tratar-se de raridade, verdadeiras relíquias, eles trafegam pela faixa direita da rodovia e não é raro vê-los atingindo aproximadamente 90 kh/m.[ Francisco Martins ]

*** Matéria publicada na Revista Clássicos Automotivos- edição de agosto de 2005***

CARROS - CINQÜENTA ANOS DA BMW ROMI-ISETTA


O BMW para pobre, como era chamado, foi o primeiro carro a permitir aos alemães a liberdade de viajar pelo próprio país.

No ano de 1955, vários foram os acontecimentos importantes como a volta para casa dos 9.626 prisioneiros de guerra alemães que estavam na extinta União Soviética, e até a morte de James Dean. Movidos por estes acontecimentos, os alemães passaram a sentir a necessidade de ter seu próprio veículo e a vislumbrar a sensação de liberdade de viajar por seu próprio país, eram a tônica da época. Foi pensando nisso que os 12. 911 primeiros donos do novo BMW, o primeiro para os pobres, estavam tão felizes. O Isetta era uma espécie de " motocupê " em forma de ovo, nada muito especial, e oferecia lugar somente para duas pessoas e meia, motor traseiro de 12 cv de potência e uma única porta localizada na frente, o que faz com que nenhum BMW antes ou depois seria tão inconfundível. Com esta proposta, a montadora tinha a solução ideal para o problema de mobilidade de todos os que precisavam de um veículo ágil, de baixo custo e quase sem nenhum problema para estacionar. O " motocupê ", além de suas qualidades técnicas, se destacava por seu baixo preço: 2 550 marcos alemães. Naquele ano, um trabalhador médio alemão tinha como renda semanal 90 DM. O seguro contra terceiros obrigatório era de 95 DM e os impostos do carro eram de 44 marcos por ano. "Menos do que o município cobra para você ter um cachorro", assegurava a publicidade da BMW naquela época. O fato é que o BMW Isetta fez parte do cotidiano do povo alemão até os anos 60 e era o automóvel mais querido e utilizado para as pequenas viagens, sua velocidade final era de 85 km/h.

CARROS - MERCEDES - BENZ 450 SEL 6.9


" Esse modelo tinha como característica a figura do motorista.

Na década de 70, a crise do petróleo gerou efeitos negativos as relações comerciais em todo o mundo, prejudicou projetos em andamento e imprimiu medo dentro das empresas graças a ameaça de falta de uma das principais fontes de energia utilizadas pelo homem. Falando-se de indústria automotiva então, a paralisação foi ainda maior. Um dos veículos que mais sofreram com isso foi o Mercedes-Benz 450 SEL 6.9, devido seu grande motor exigir enormes quantidades de combustível. Porém, em maio de 1975, quase um ano e meio depois do planejado, a empresa resolveu arriscar e lançou um sedã de luxo. Como já era de se esperar, uma de suas principais características seria o motor de 286 cv de potência e 56 kgfm de torque, fazendo com que o modelo acelerasse de 0 a 100 km/h em 7s4 e atingisse velocidade máxima de 225 km/h, números respeitadíssimos para a época. O maior atrativo deste era o torque abundante em praticamente todo o tempo. Além disso, essa versão mantinha os requintes e luxo nos mais altos níveis, afinal, ele era o principal representante dos Classe S no período de 1970. Banco de couro era um item opcional, de série era oferecido o revestimento em veludo. Os bancos traseiros são absolutamente confortáveis, contando com ajustes elétricos e aquecimento, a suspensão hidropneumática garantia o passeio tranqüilo. Um dos diferenciais deste modelo era a presença do telefone, uma raridade nos automóveis da época.

Mais notícias
07/06/2005 - CARROS - CARRO ANTIGO: SEGURO COM RESTRIÇÕES
O crescente número de interessados por carros antigos chamou a atenção das principais seguradoras que, passaram a ver os proprietários de "velhinhos" com outros olhos. Querendo uma fatia do mercado, a Indiana Seguros lançou um produto específico para esse público. Segundo Vander Armeda, coordenador de produto, "quem for dono de veículo inscrito em ...
28/05/2005 - CARROS - Motos e motociclistas
A sensação de liberdade, aventura e velocidade são os principais fatores de sedução para os usuários e adeptos do motociclismo. Em 1904, a Harley - Davidson iniciou sua produção artesanal, fazendo valer cada centavo investido em sua compra. Uma Harley é comparada a um cheque visado: seguro. As Harley conquistaram até o governo brasileiro, tendo a p...
18/05/2005 - CARROS - SALÃO INTERNACIONAL DO AUTOMÓVEL
Em sua 23ª edição, o Salão Internacional do Automóvel apresenta aproximadamente 400 supermáquinas que levarão os visitantes à sonhar. Veículos que atingem velocidades alarmantes, que vai de 0 a 100 quilômetros por hora em 3,7 segundos. Fabricado em fibra de carbono e alumínio, como o Audi Le Mans, com motor de 610 cavalos e que chega para o evento...
18/05/2005 - CARROS - DION & BOUTON
Já falou-se de inventores como Panhard e Levassor, grandes homens que contribuíram em muito com o desenvolvimento do automóvel. Um homem o Sr. Albert de Dion, mais conhecido como o marques de Dion, filho de uma família nobre da Bélgica, nasceu no ano de 1856 em Carquefou, perto de Nantes, França. A feliz associação foi com George Bouton, mecânico...
18/05/2005 - CARROS - ANDRÉ CITRÖEN
No ano de 1878, nasceu André Citroen. Os franceses nessa época já tinham o costume de inovar e de aprimorar muitos inventos e se antecipavam, mas näo esperavam o que estava para acontecer."André Citroen era de uma família humilde decendente de Holandeses. Jovem recém-formado pela escola politécnica de Paris, em 1892 aos 24 anos, fundou sua própria ...
12/05/2005 - CARROS - GRAND TORINO: LENDA SOBRE RODAS
A indústria norte-americana sempre produziu carros com motor de grande capacidade volumétrica. Os muscle car [carros musculosos] estão no imaginário dos amantes da velocidade. Uma lenda sobre quatro rodas está de volta: O Grand Torino. Imortalizado no seriado televisivo Starsky&Hutch, nas dácadas de 70 e 80, o carro estréa na telona para delírio...
03/05/2005 - CARROS - Feira de Autos
CARROS ANTIGOS, MOTOS E ROCK N' ROLLMotos incrementadas, peças raras, jeeps e carros levam semanalmente centenas de colecionadores e aficcionados pelo antigomobilismo. A feira tem uma nova atração, o Rock n'Roll é um combustível a mais para os freqüentadores. Aliás carro e rock, tudo...
03/05/2005 - CARROS - ENCONTRO DE CARROS ANTIGOS
Do dia 21 a 24 de abril as atenções estarão voltadas para o X Encontro de Carros Antigos de Águas de Lindóia, cerca de 180 Km da capital / SP. 450 carros foram inscritos para o encontro na Praça Adhemar de Barros. Durante o evento será feita uma homenagem aos 80 anos da General Motors do Brasil, que patrocina o encontro. O secretário de Turismo, ...
04/05/2005 - CARROS - GIOVANNI BERTONE - DA CARROÇA À CARROCERIA
Um dos mais famosos do mundo, Giovanni Bertone iniciou sua carreira construindo carroças em Turim - Itália. Somente depois da II Guerra Mundial começou a numerar seus projetos. Além de possuir um estilo pessoal, um carrozziere deve apresentar idéias que aliem bom gosto e funcionalidade. Isso o italiano Bertone sabia fazer como ninguém. Depois de 19...
11/03/2005 - CARROS - LA SALLE - INFLUÊNCIA NA INDÚSTRIA E MERCADO
Nome de um dos modelos da General Motors, criado no ano de 1927. Esses carros, com carroceria de Harley Earl, vagamente inspirados nos Hispano Suiza, foram fabricados para preencher uma lacuna existente entre os modelos Buick e Cadillac. Bem aceita, a linha La Salle teve 27 mil unidades vendidas logo no seu primeiro ano de existência. Naquele ano,...
11/03/2005 - CARROS - PORSCHE 928- UM CLÁSSICO AUTÊNTICO
Por Francisco Martins Ele não possui as tradicionais linhas da série 911 nem motor boxer traseiro, mas é um verdadeiro membro da família de Sttutgart Se você passar diante de um legítimo Porsche 928 poderá não reconhecer a linhagem característica da marca. Afinal, como pode um esportivo de Sttutgart não ter o tradicional motor boxer traseiro? E a ...
23/02/2005 - TUNEL DO TEMPO - GRÉGOIRE
A fábrica francesa foi fundada em 1903 e, inicialmente, dedicou-se apenas a construção de motores e motocicletas. Em 1904, passou também a produzir automóveis, atividade que levara a empresa abandonar os outros setores. Instalada na cidade de Poissy - em instalações da empresa Soncin-, os primeiros carros fabricados pela Grégoire foram o carro c...
23/09/2005 - CARROS - MERCEDES - BENZ ASA DE GAIVOTA, 52 ANOS
Desde que o mundo existe, pessoas e empresas se tornam importantes tanto quanto seus feitos, e são considerados históricos e suas decisões capazes de alterar o comportamento da sociedade. Isso acontece constantemente com diretores de filmes como Alfred Hitchcock cujas produções tornaram-se clássicos. Na linha automotiva as coisas são muito parecida...
17/02/2005 - CARROS - MARCADORES
00/00/0000 - CARROS - RR 1978
17/02/2005 - CARROS - SIR ROLLS-ROYCE: O CARRO
Dia 4 de maio de 2004 foi celebrado o centenário do encontro entre Charles Rolls e Henry Royce no Hotel Midland, em Manchester, na Inglaterra. O chá das cinco entre um cavalheiro de elite e um engenheiro mecânico rendeu nada menos do que o início da lendária Rolls-Royce. O primeiro carro da marca apresentado para o público foi o Silver Ghost (Espí...
12/02/2005 - CARROS - FUSCA 93
12/02/2005 - CARROS - FUSCA 75
12/02/2005 - CARROS - FUSCA 63
12/02/2005 - CARROS - FUSCA - O MITO E SUA EPOPÉIA
O Fusca foi um projeto encomendado pelo governo nazista de Adolf Hitler ao engenheiro Ferdinand Porsche. Hitler desejava um carro de fácil produção e preço acessível. Veio então, o nome Volkswagen que significa " Carro do Povo". O primeiro projeto de Ferdinand Porsche foi o Volkswagen Sedan - como era conhecido, e foi equipado com um motor de do...


Acesse a lista completa >>


Capa |  ARTES PLÁSTICAS  |  ARTESANIA  |  ATUALIDADES  |  CARANGO  |  CHARGE  |  CINEMA ANTIGO  |  CLÁSSICA  |  CONTANDO HISTÓRIAS  |  CRÉDITOS  |  CULTURA  |  DEAD ROCK  |  DISCOS / SHOWS  |  EDITORIAL  |  EXPOSIÇÕES  |  F&M FEMININA  |  F&M WORLD  |  FILMES EM CARTAZ  |  FOTOTECA  |  GALERIA VISCONDE  |  GIGANTES DO JAZZ  |  IMPRENSA  |  LITERATURA  |  MAURÍCIO CARDIM  |  MPB  |  MUSEUS  |  PARCERIAS  |  PERSONALIDADES  |  PINTORES  |  PORTFÓLIO  |  PROJETOS  |  QUEM SOMOS  |  RÁDIO  |  REDAÇÃO  |  SAÚDE  |  SPcentro  |  TEATRO  |  TELEVISÃO  |  TENDÊNCIAS  |  TVZONA
Busca em

  
754 Notícias