| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

REVISTA FORMAS & MEIOS
Desde: 03/02/2005      Publicadas: 754      Atualização: 31/10/2005

Capa |  ARTES PLÁSTICAS  |  ARTESANIA  |  ATUALIDADES  |  CARANGO  |  CHARGE  |  CINEMA ANTIGO  |  CLÁSSICA  |  CONTANDO HISTÓRIAS  |  CRÉDITOS  |  CULTURA  |  DEAD ROCK  |  DISCOS / SHOWS  |  EDITORIAL  |  EXPOSIÇÕES  |  F&M FEMININA  |  F&M WORLD  |  FILMES EM CARTAZ  |  FOTOTECA  |  GALERIA VISCONDE  |  GIGANTES DO JAZZ  |  IMPRENSA  |  LITERATURA  |  MAURÍCIO CARDIM  |  MPB  |  MUSEUS  |  PARCERIAS  |  PERSONALIDADES  |  PINTORES  |  PORTFÓLIO  |  PROJETOS  |  QUEM SOMOS  |  RÁDIO  |  REDAÇÃO  |  SAÚDE  |  SPcentro  |  TEATRO  |  TELEVISÃO  |  TENDÊNCIAS  |  TVZONA

LITERATURA
LIVROS - Biografia prematura de Fernando Meirelles é lançada 4a, 26

SÃO PAULO - O lançamento de mais de 30 livros da coleção Aplauso, publicada pela Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, acontece nesta quarta-feira, 26 -às 19h30, no lounge da 29a. Mostra Internacional de Cinema. O maior destaque entre os títulos são a biografia do cineasta Fernando Meirelles e um dicionário sobre os cineastas da " Boca do Lixo '.
PORTFÓLIO
APRESENTAÇÃO - SEJA CLIENTE AgênciaFM

AgênciaFM fundada em maio de 2005, com sede no centro de São Paulo, e distribuição de notícias e fotos para vários periódicos no Brasil e também na Europa. Notadamente bem mais atuante nas áreas de artes e cultura, a Agência é dirigida pelos jornalistas profissionais Francisco Martins e Cícero Silva. O departamento fotográfico é dirigida pelo competente fotógrafo internacional Ed Kom, além Maurício Cardim e Nel Cassorla. Portando, estamos capacitados para atender aos mais diversos órgãos de Imprensa em boa parte do mundo, nos seguintes idiomas Inglês, Espanhol, Italiano e Português - de Portugal.
IMPRENSA
JORNALISTAS - 50 anos de competência

Padrão participou do cancelamento de um jogo do Atlético Mineiro, em Buenos Aires - Argentina, devido fortes chuvas.

Geraldo Padrão iniciou sua carreira exatamente em 1953, com Fernando Alves, na equipe de esporte da Rádio Cultura de Sete Lagoas - MG. Mas ele considera-se profissional somente depois de seu primeiro registro na carteira de trabalho, em 19 de maio de 1955, pelo Pe. D'Amato no Jornal Alvorada. Portanto, o ano de 2005 é motivo de muitas comemorações para Sete Lagoas - e também para quem gosta de jornalismo de qualidade -, pois um dos pilares da comunicação, Geraldo Padrão completou 50 anos de ótimos serviços prestados à cidade através da Rede Padrão, que inclui o Jornal do Centro de Minas, a 92,1 Musirama FM, Rádio Cultura 1.420 - AM, e Cultura 106,9 FM. Seu currículo na Imprensa mineira é bem extenso: A Voz de Sete Lagoas, Jornal da UDN, Cultura e Liberdade, A Notícia e no Jornal do Centro de Minas, e também nas emissoras de sua propriedade. Recentemente, Padrão foi nomeado Diretor regional da AMIRT - Associação Mineira de Rádio e Televisão, com sede em Sete Lagoas.

Ele atuou em várias vertentes jornalísticas: esporte onde buscou sempre perfeição e seriedade, e tem várias passagens marcantes no jornalismo social. Sua emissora participou da cobertura completa quando da visita de Nossa Senhora Aparecida em Matozinhos - MG. Também realizou o SOS em favor da comunidade que fora atingida pelas enchentes do Rio das Velhas. Outro fato importante da Rede Padrão foi a cobertura total do acontecimento político de posse e cassação dos mandatos de quatro vereadores da Câmara Municipal de Sete Lagoas. Todos esses acontecimentos com a participação isenta de suas empresas de comunicação, mostram a necessidade de uma imprensa livre e responsável, cujo exemplo deveria ser seguído, principalmente, nas consideradas "grandes empresas" de comunicação brasileira.

" Somente a Imprensa livre e séria é capaz de reconhecer talentos" [Geraldo Padrão
CLÁSSICA
PERSONALIDADES - Tonico: Antônio Carlos Gomes

1836 - Em 11 de julho nasce, em Campinas, Carlos Gomes, filho de Manoel José Gomes e Fabiana Maria Jaguary Cardoso. Apelidado de Tonico, inicia os estudos musicais aos dez anos, sob a supervisão de seu pai. Durante a adolescência apresentava-se com seus irmãos na banda do pai em bailes e concertos. Neste período, já compõe músicas religiosas e modinhas. 1854 - Compõe sua primeira missa - Missa de São Sebastião.

1857 - Compõe a modinha Suspiro d'Alma com versos de Almeida Garret. Fundação da Imperial Academia de Música e Ópera Nacional. No discurso de inauguração, José Amat enfatiza os objetivos da Academia: "A música não é absolutamente a mesma em todas as nações; sujeita às grandes regras da arte ,ela se modifica no estilo e no gosto em cada nação, segundo as inspirações da natureza do país, os costumes, a índole e as tendências do povo."
ARTESANIA
FOLCLORE - AS MELHORES NOTÍCIAS E CLIENTES ESTÃO AQUI

MUSEUS
MUSEUS - Museu Republicano de Itu

O Museu Republicano \"Convenção de Itu\" é um museu histórico, dedicado ao período conhecido como \"República Velha\" (1889-1930). Oficialmente inaugurado em 18 de abril de 1923 como extensão do Museu Paulista, foi com esse museu incorporado à Universidade de São Paulo em 1963. Situado na cidade de Itu e integrado à sua região, tem funcionado como um veículo universitário no interior do Estado, organizando exposições, cursos, seminários e publicações. O Museu oferece estágios a universitários, presta assessorias a instituições educacionais e culturais e realiza prestação de serviços à comunidade. O Museu Republicano foi organizado por Afonso de Escragnolle Taunay, e inaugurado pelo Presidente do Estado de São Paulo, Washington Luís Pereira de Sousa, a 18 de abril de 1923 e desde então subordinou-se administrativamente ao Museu Paulista (o popularmente conhecido Museu do Ipiranga) que, em 1934 tornou-se Instituto complementar da recém-criada Universidade de São Paulo, Lei No. 7.843, de 11 de março de 1963.
ATUALIDADES
NOTÍCIAS - Elijah Wood está em filme sobre holocausto na Ucrânia

SÃO PAULO - Depois de conquistar uma legião de fãs no papel do hobbit Frodo na trilogia "O Senhor dos Anéis", o ator Elijah Wood optou por fazer um filme pequeno e independente. "Uma Vida Iluminada" marca a estréia na direção e roteiro do ator Liev Schreiber (o filho de Meryl Streep em "Sob o Domínio do Mal"), que adaptou o livro "Tudo se Ilumina", de Jonathan Safran Foer. O pano de fundo do holocausto na Ucrânia pode dar a impressão que o filme seja um drama de época pesado e arrastado mas longe disso. "Uma Vida Iluminada" está mais para uma comédia agridoce, sobre um jovem judeu norte-americano que vai à Europa em busca da mulher que salvou a vida de seu avô. É um olhar terno do presente sobre um passado doloroso. O trabalho será exibido na 29a. Mostra Internacional de Cinema de São Paulo nesta terça e quinta, às 19h, no Cinemark Santa Cruz. Outras reprises acontecem no sábado, às 23h, no Unibanco Arteplex, e na segunda (dia 31), às 22h30, na Sala UOL de Cinema. Para programação completa e mais informações sobre os filmes do festival, visite o site oficial da Mostra. http://www.mostra.org.
NOTÍCIAS - "Peruada" dos alunos de direito da Usp bagunçam o centro

"O riso corrige os costumes" ou, para os poucos que se aventuram no estudo do latim, "ridendo castigat mores". Esse é o espírito da Peruada, a festa mais tradicional dos estudantes de direito da USP. A " manifestação utilizou o estacionamento no número 132 no Largo do Paissandu, paralisando o trânsito por toda região central. A comemoração hoje,21 de outubro - corta o centro paulistano com ato político, álcool, fantasia e trio elétrico. Os motes deste ano são "Meu peru é gozador e quer ser vereador", em ironia às eleições, e "Meu peru está de luto", por causa dos assassinatos dos moradores de rua. Otávio Pinto e Silva, aluno de 1983 a 1987 e hoje professor da faculdade, diz, no livro "A Heróica Pancada", que a festa surgiu em 48, quando um grupo de alunos furtou nove perus de raça de uma exposição e fizeram banquete. Mas há registros anteriores indicando que os estudantes já festejavam a "libertação" dos calouros. O nome Peruada viria do fato de os novatos serem embriagados assim como os caboclos faziam com os perus antes do sacrifício. O bibliófilo e empresário José Mindlin, 90, calouro em 1932, seguiu a festa com um chuchu na mão simbolizando o presidente Getúlio Vargas. "Tinha 17 anos. Miguel Reale era meu veterano." Pinto e Silva disse que a Peruada sempre teve esse espírito jocoso e político, mas que, nos anos do regime militar, pela falta de liberdade, a crítica foi desaparecendo. "A Peruada sempre foi uma passeata político-circense-carnavalesco-etílica", diz Benedito Vitor Januário Santos, o Vitão, 58, o "rei da Peruada" e há 26 anos no Departamento Jurídico XI de Agosto -órgão que presta auxílio jurídico a pessoas carentes. Em 2001, decepcionado com o "caráter despolitizado" da festa, ele deixou de participar. "Pára-se o centro num dia útil para quê? Não há mais nada a reivindicar?" [Fonte: AgênciaFM]
INTERNATIONAL - Bush recebe Bono em almoço na Casa Branca

WASHINGTON - Bono não teve que cantar para conseguir a atenção do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, em um almoço na quarta-feira na Casa Branca. O cantor irlandês, líder da banda U2, está em Washington para um show e foi convidado pelo governo dos EUA para continuar as discussões que teve com o presidente norte-americano em julho, durante a cúpula do Grupo dos Oito em Gleneagles, na Escócia, informou o porta-voz da Casa Branca, Scott McClellan. "Os dois compartilham um profundo compromisso com o combate à Aids, prevenção da malária e expansão do comércio para tirar as pessoas da pobreza, particularmente nos países em desenvolvimento", disse o porta-voz da Casa Branca. Será possível que Bono esteja considerando um trabalho no governo Bush? "Não escutei nada do tipo", disse McClellan aos jornalistas. "Acredito que ele esteja aproveitando a carreira que tem atualmente e fazendo todo o bom trabalho que faz pelas pessoas que estão sofrendo nos países. [ Na foto Bono e Bush ]
INTERNATIONAL - DESCONHECIDO DANIEL CRAIG É O NOVO JAMES BOND

LONDRES (F&M }, 14 de outubro - Daniel Craig foi anunciado nesta sexta-feira como o escolhido para ser o próximo James Bond, pondo fim a meses de especulações sobre quem tomaria o lugar de Pierce Brosnan no serviço secreto de Sua Majestade.

Em estilo bombástico, típico do agente 007, o ator de 37 anos chegou a uma coletiva de imprensa numa lancha poderosa, subindo o rio Tâmisa com uma escolta de barcos dos Royal Marines. Usando terno azul e gravata vermelha, ele posou para fotos à sombra da Tower Bridge e disse aos jornalistas: "Neste momento, estou sem palavras." A escolha do ator que vai representar o personagem que é um dos maiores ícones do cinema põe fim ao bem-sucedido reinado de Pierce Brosnan no papel. O ator irlandês ficou abalado e decepcionado por não ter sido mantido para fazer "Casino Royale", o 21º filme de James Bond, que começará a ser rodado em janeiro.

Brosnan, 52 anos, descreveu a decisão dos criadores da franquia Bond de optar por outro ator como "um golpe frontal".
"Eu estava prevendo com prazer fazer o filme...ver tudo isso cair por terra com um simples telefonema foi altamente decepcionante", ele disse ao jornal San Francisco Chronicle. Craig já era visto como o favorito disparado antes mesmo do anúncio de sua escolha, e sua indicação foi praticamente confirmada quando sua mãe deixou o segredo escapar, falando com um jornal regional na sexta-feira. Embora seja pouco conhecido nos Estados Unidos, Craig é um rosto mais familiar para o público britânico, especialmente depois de ter aparecido na aventura policial "Nem Tudo É O Que Parece". Ele também atuou ao lado de Paul Newman em "Estrada para Perdição" e foi o poeta Ted Hughes, fazendo par com Gwyneth Paltrow como Sylvia Plath em "Sylvia - Paixão Além das Palavras". Mas é o papel de James Bond que poderá levá-lo ao estrelato. Outros atores que teriam sido contatados com a proposta de representar o agente 007 incluem os britânicos Clive Owen e Jude Law, o australia
PERSONALIDADES
INTERNATIONAL - SÓ A F&M CONSEGUE EXCLUSIVA COM WILL SMITH

Ele se define como um entertainer ' Minha missão nessa vida é apenas fazer as pessoas rirem", diz.

Nascido Willard Christopher Smith Jr., em 25 de setembro 1968, na Filadelfia - Will Smith é o segundo dos quatro filhos do casal Caroline e Willard Smith, donos de uma companhia de refrigeração. Ele nasceu e cresceu na Filadelfia. Seu primeiro apelido foi Prince, dado por uma professora, devido a habilidade que ele tinha de se livrar dos problemas. Tempos depois, foi acrescentada a palavra Fresh antes do apelido. Segundo Smith, na época, esse termo equivalia ao "cool" (algo como "príncipe maneiro") usado hoje. Durante uma festa, ele conheceu o DF Jeff Townes. Will se lembra que na ocasião contou uma piada e Jeff foi o único a rir. Isso ajudou a criar uma empatia entre ambos, depois reforçada pela parceria na música. Esta parceria foi decisiva na vida de Smith. Sem ela, ele nunca teria expandido seus horizontes e tentado a sorte no cinema. Em 1989 eles ganharam um Grammy com a música "Parents Just Don't Understand". No mesmo ano ele conheceu Benny Medina, que queria fazer uma série para TV onde um jovem que fora criado na Filadelfia e mudava-se para Bel-Air ( bairro de classe alta próximo Beverly Hills). Ou seja, Will Smith precisava, praticamente, interpretar a si próprio. Nascia assim "Um Maluco no Pedaço", que ficou no ar por seis temporadas, e fêz sucesso aqui no Brasil no SBT. Até as tomadas de "Um Maluco no Pedaço" Will jamais havia tomado qualquer aula de interpretação. " Quando vejo minha performance acho-as horríveis ", diz Smith.

A PRIMEIRA CHANCHE NO CINEMA

O primeiro papel no cinema foi uma verdadeira prova de fogo. Em " Separações", de 1993, ele viveu um jovem gay que se envolve com um casal de brancos ricos, fingindo ser amigo do filho deles. Já em Bad Boys (1995) e Independence Day (1996), veio o sucesso, ele virou um astro. Dois anos mais tarde firmou -se como o " rei do verão ", em referência à época do ano em
PERSONALIDADES - Ivo Pitanguy: o pioneiro da cirurgia plástica no Brasil

Ivo Hélcio Jardim de Campos Pitanguy, um dos maiores cirurgiões plásticos do mundo, nasceu em Belo Horizonte em 5 de julho de 1926.

Filho do cirurgião-geral Antônio Campos Pitanguy e de Maria Stael Rabelo Jardim, Desde pequeno introvertido, após ouvir a mãe falar sobre o respeito que os homens deveriam ter pelos bichos, passou a colecionar animais selvagens - entre os quais uma jibóia de quase dois metros. A jibóia foi pivô de uma história hilariante: Passeava tranquilamente com a cobra envolta no corpo e chegou a utilizá-la como "arma" para que o deixassem andar de bonde sozinho - o que não lhe era permitido pela pouca idade - e para ser atendido mais rapidamente nas lojas. A jibóia teve fim trágico, quando um primo, brigado com Pitanguy, resolveu matar o animal como forma de vingança. Mas a mãe não lhe incutiu apenas o respeito à vida selvagem. Amante das artes, passou o gosto para o menino. Interessado por literatura, pintura e poesia, admirava tanto a profissão do pai que, aos 10 anos, decidiu ser médico.
CULTURA
PERSONALIDADES - Alfred Nobel - perfil

13 de outubro o empresário sueco Alfred Nobel, um milionário que inventou a dinamite, criou os prêmios em seu nome, concedidos anualmente, em seu testamento, assinado em 1895. Nobel afirmou em seu testamento que os prêmios deveriam ser dados a pessoas "que, durante o ano anterior, tenham conferido o maior benefício à humanidade".Determinou que a maior parte de seu patrimônio, de 31 milhões de coroas suecas na ocasião, o equivalente hoje a cerca de 1,5 bilhão de coroas (194 milhões de dólares), fosse transformada num fundo e investida em apólices seguras. Os primeiros prêmios foram entregues em 1901, cinco anos depois da morte de Nobel, em San Remo, Itália. O testamento estabelecia cinco categorias de prêmios: física, química, medicina ou fisiologia, literatura e paz. Uma sexta premiação, o Prêmio de Ciências Econômicas do Banco da Suécia, foi instituída em memória de Alfred Nobel em 1968. Os vencedores recebem 10 milhões de coroas suecas, individualmente ou compartilhando, limitando-se o número de premiados numa categoria a até três. Além de ser inventor e empresário, Nobel se arriscou a escrever peças e poesias, entre elas "Pensamentos Noturnos". Nobel nunca se casou e estava sempre na estrada. O escritor francês Victor Hugo o chamou de "o errante mais rico da Europa". Certa vez ele descreveu a si mesmo assim: "Patética meia vida, deveria ter sido asfixiado por um médico misericordioso quando fez, aos soluços, sua entrada na vida... Seu único pedido: não ser enterrado vivo." [ F.Martins ]
MUSEUS - OS MUSEUS DO BRSAIL - Por Gilberto Gil

A revitalização dos museus brasileiros e do patrimônio histórico do país é uma das prioridades do Ministério da Cultura.

Após anos de redução progressiva dos investimentos federais no setor, elevamos para R$ 23 milhões (em 2003) e cerca de R$ 25 milhões (em 2004) o valor dos recursos destinados diretamente pelo MinC aos museus. Também aumentamos os investimentos, através da Lei de Incentivo à Cultura, de parcerias como a que celebramos recentemente com a Caixa Econômica Federal e BNDES - e em breve com outras estatais -, e ainda de programas específicos como o Monumenta, em colaboração com a Unesco. Esta série de iniciativas tem como alvos principais a preservação de acervos e prédios tombados; a modernização tecnológica e gerencial dos museus; o estímulo ao uso, pela população, dos acervos e espaços; e a criação de novas instituições. Com este impulso, podemos dizer que os museus brasileiros estão vivos novamente, e abertos à vida que há fora deles.
TENDÊNCIAS
INTERNATIONAL - Estilistas novatos tentam a sorte em teste de loja de NY

Por Ellen Wulfhorst
Especial para F&M

NOVA YORK - É preciso ter muita resistência a críticas para ser descoberto no refinado mundo da moda. Que o digam as centenas de estilistas que enfrentaram longas filas, uma fina chuva de outono e um duro criticismo para apresentar suas roupas e acessórios na terça-feira na loja Henri Bendel, na Quinta Avenida, em Manhattan. Tradição da Bendel, o "Open See" dá a desconhecidos e novatos uma chance -remota que seja - de suas criações serem escolhidas e vendidas numa das lojas mais seletivas e caras de Nova York.

"Essas contas são apenas de plástico", disse o diretor de moda da Bendel, Scott Tepper, à designer de um colar. "Não temos nada que não seja ao menos vidro." A compradora de roupas femininas Terri Gustafson usou de tato para rejeitar uma série de saias brilhantes que pareciam
ser feitas de gravatas velhas. "A estética disso é um pouco mais estranha do que a da loja", disse ela à criadora. Enquanto isso, o especialista em lingerie da Bendel, Anthony Legouri, estava atordoado com um achado " um "escondedor de mamilos" para quem deseja sair sem sutiã. O
fabricante disse que o acessório se prendia à pele apenas com o calor do corpo. A loja, duas vezes por ano recebe aspirantes para a temporada " Open See", que formam longas filas na porta dos fundos e esperam horas para mostrar suas criações a compradores no porão da loja. O evento é realizado desde 1960.
CINEMA ANTIGO
TUNEL DO TEMPO - RITA HAYWORTH



Quase oitocentas pessoas compareceram à sua missa de corpo-presente, na igreja católica do Bom Pastor - Beverly Hills - Los Angeles.Entre elas, suas duas filhas: Yasmin, do casamento com o príncipe Ali Khan, e Rebeca, do seu enlace com Orson Wells. Em 16 de maio de 1987 falecia Rita Cansino, ou seja, uma das maiores estrelas do cinema mundial Rita Hayworth. Ela estreou no cinema em 1935 pelas mãos de Loyd Bacon, quando participava das filmagens como extra em " Uns Olhos Negros" "A Nave de Satã"/ Dantes Inferno, de Harry Lachmann. "Paraíso Infernal" foi a grande chance de Rita, num filme de Howard Hawks. Porém, Gilda foi mesmo o seu grande sucesso. Um certo dia lhe perguntaram por que se casara tantas vezes: " os homens se apaixonam por Gilda, mas acordam com Rita", respondeu. No seu mais célebre personagem, Gilda, ela arrastava-se pelo chão, ajoelhava-se aos pés, mesmo após levar um tapa de Glenn Ford. Como Rita Cansino de 1935 a 1937 participou de 3 filmes. Já como Hayworth filmou de 1938 até 1976. Na televisão participou de: A Odisséia de Rita - 1964. Ela trabalhou num total de 27 filmes : Salomé, Gilda, A dama de Xangai, Hérois de Barro, O Sétimo Mandamento, Quando os Deuses Amam, Os Bastardos e a Ira Divina são os melhores dentre os ótimos de sua filmografia.

[Francisco Martins ]
EXPOSIÇÕES
INTERNATIONAL - "Degas: La Famiglia Bellelli"

Depois de Paris, Viena e Osaka, a exposição de Degas chega em Roma A mais famosa entre as obras juvenis de Degas, em exposição pela primeira vez na "Galleria d'Arte Moderna" de Roma . O artista demorou 10 anos para acabar este quadro que apresenta a família da sua tia casada com o florentino Bellelli. Os elementos que deixam este quadro provocante para a sua época são a desunião da família, que retrata a exposição dos personagens que não é na realidade uma exposição, mas os problemas psicológicos vividos e a tensão, que são bem representados pelo artista. Degas consegue colocar em uma só obra toda a força do impressionismo que puxa os cânones estéticos bem do interior que deixa entrar na arte um oceano de emoções, censuradas até este momento. De: 15.10.2005 a 27.11.2005 GNAM Galleria Nazionale d'Arte Moderna Viale delle Belle Arti,131
INTERNATIONAL - Tate abre exposição com 14 mil caixas plásticas em Londres

LONDRES - A artista britânica Rachel Whiteread abriu nesta segunda-feira sua gigantesca instalação intitulada "Embankment", feita com 14 mil caixas plásticas, no Turbine Hall, do museu Tate Modern. O mais importante espaço para exibição de obras de arte contemporâneas de grande escala, o Turbine Hall já abrigou trabalhos aclamados como "The Weather Project", de Olafur Eliasson, em 2003. A instalação foi inspirada tanto pelas reflexões da artista sobre uma caixa de papelão encontrada na casa da mãe quanto por uma viagem recente ao Ártico. "Embankment" ficará em exibição de 11 de outubro até abril do próximo ano. Whiteread recebeu o Prêmio Turner em 1993 por sua escultura "House", uma réplica em tamanho natural do interior de uma casa condenada no East End londrino. Ainda assim, disse ter ficado intimidada inicialmente por trabalhar num espaço tão amplo. "Quando o espaço está vazio, é intimidante", afirmou aos repórteres. "Respirei fundo e tentei não pensar nisso." As 14 mil caixas estão dispostas em pilhas de tamanhos diferentes, algumas simétricas, outras assimétricas, chegando a 12 metros do solo. "É mais um exemplo de gigantismo sem valor que poder estar em qualquer lugar, e é a tentativa menos bem-sucedida das seis realizadas pela galeria de explorar seu espaço mais inóspito", escreveu Brian Sewell no jornal Evening Standard. Whiteread disse que as caixas serão destruídas e recicladas quando a exposição terminar, em 2006. "Há muita arte no mundo", justificou-se.
F&M WORLD
INTERNATIONAL - Fotos do século 20 atingem preço recorde em leilões

NOVA YORK - Duas famosas fotografias de arte,
"The Breast", de Edward Weston, e "White Angel Breadline", de Dorothea Lange, foram vendidas cada uma por 822.400 dólares, um
preço recorde para fotografias do século 20, informou a casa de leilões Sotheby\'s na terça-feira.
As vendas refletem o forte crescimento do mercado de fotografias em anos recentes, enquanto investidores apostam em
trabalhos de artistas consagrados como Lange e Weston. Compradores de arte disseram que o preço recorde poderia aumentar ainda mais esta semana com o leilão de fotografias de Alfred Stiglitz e Diane Arbus. A obra de Weston foi vendida por duas vezes o lance inicial, que era de 400 mil dólares, na noite de segunda-feira, informou a Sotheby\'s. A foto de Lange alcançou o mesmo preço no dia seguinte. "White Angel Breadline", tirada em 1932, é uma fotografia famosa da artista nascida em Nova Jersey, cujo trabalho sobre
os imigrantes na Califórnia transformou-se em ícone cultural. A fotografia, ambientada no meio da Grande Depressão, apresenta um homem segurando um copo enquanto outros, vestidos com casacos e chapéus, esperando em fila para receber alimentos. Lange morreu em 1965.
A foto de Weston, menos conhecida pelo público mas bem avaliada pelos especialistas em arte, é um estudo de um nu da amante do artista, Tina Modotti. A imagem da jovem artista italiana foi tirada nos anos 1920, no estúdio em que os dois
dividiam no México. Weston [foto ] morreu em 1958.
CARANGO
TUNEL DO TEMPO - AUTOBIANCHI: ESCOLA ITALIANA DE CARROS

Empresa fundada em 1955, na cidade de Désio- Itália formada a partir da cooperação técnica e financeira entre as fábricas Edoardo Bianchi [de onde se originou o nome] , Pirelli e Fiat. Tendo esta última assumido o controle total da fábrica em 1967. Em caráter experimental, Edoardo Bianchi preparou um carro médio de quatro cilindros, cuja fabricação limitou-se a alguns exemplares. Apesar das dificuldades impedir a continuidade do modelo, as instalações em Désio tinham capacidade para a fabricação de veículos em larga escala. Isso levou o engenheiro Ferruccio Quintavalle, em 1954, a despertar o interesse da Fiat e da Pirelli para o potencial automobilístico da Bianchi, que deu à nova empresa o patrimônio e as instalações de sua fábrica, ficando com 33% de participação acionária. A Pirelli ampliou, dessa forma, o campo de utilização de seus pneumáticos. Quanto à Fiat, os motivos que aparentemente a levaram a participar do consórcio foram seu interesse em produzir automóveis subsidiários e a possibilidade de utilizar a Autobianchi como laboratório de experimentação de novas soluções [como a tração dianteira] sem comprometer seu próprio nome.

PRODUÇÃO

O primeiro carro lançado no mercado com a marca Autobianchi, foi a Bianchina no ano de 1957. Um pequeno sedã de dois lugares, motor de dois cilindros em linha, de 15 cv, [logo aumentada para 16,5 cv] e com cilindrada de 479 cc, alojado na parte de trás. Com carroçaria de duas cores, projetada por Fábio Rapi , o carro tinha grandes pretensões estilísticas o que fazia da Bianchina elegante, além de popular. No primeiro ano, a empresa produziu 11 mil veículos. Esse sucesso, que mais tarde levou a diversificação de modelos. A Bianchina Normal e Special, 1959- com 4 portas. A Panoramica, -1960-, a conversível e o furgão.
Entre 1964 e 1966, foi produzida a Stelina, Spider de dois lugares com carroçaria em fibra de vidro, equipado com motor Fiat 600 D. O modelo não obteve sucesso. Em 1969, lançaram a A 111, com
SAÚDE
CUIDE-SE - DR. Drauzio Varella fala sobre os sintomas do enfisema

FM - O que é enfisema?
DRAUZIO Varella
- O enfisema é uma irritação respiratória crônica, de lenta evolução, quase sempre causada pelo fumo, embora outros agentes (poeira, poluentes, vapores químicos) também possam provocá-lo. No enfisema, os alvéolos transformam-se em grandes sacos cheios de ar que dificultam o contato do ar com o sangue, uma vez que foi destruído o tecido por onde passavam os vasos.
FM - Enfisema é hereditário ou dá só em fumante?
DRAUZIO Varella
- Alguns fatores hereditários também podem contribuir para o aparecimento do enfisema. Relativamente rara, a deficiência congênita de uma enzima protetora dos pulmões pode indicar maior predisposição para desenvolver a doença mesmo em não-fumantes. Nesse caso, ela se manifesta em pessoas mais jovens e sua evolução é mais rápida.
FM - Quais são os sinais do enfisema
DRAUZIO Varella
- Respiração ofegante com chiado, tosse, sensação de sufoco são sintomas do enfisema, mas o pior deles é a falta de ar que se agrava à medida que a doença se agrava. Os pulmões se tornam menos eficientes e o peito adquire uma forma cilíndrica característica da doença.
FM - O enfisema é fatal?
DRAUZIO Varella
- No enfisema, os alvéolos ficam comprometidos e perdem a capacidade de fornecer oxigênio ao sangue e dele retirar o dióxido de carbono. Alvéolos saudáveis são minúsculos, numerosos, esponjosos e elásticos. No enfisema, são maiores, menos numerosos e comparativamente mais rígidos. Nos estágios avançados da doença, a pessoa fica impossibilitada de executar até mesmo atividades físicas insignificantes e pode necessitar de oxigênio suplementar. Nesses casos, o enfisema pode ser fatal.
FM- Então, o que fazer?
DRAUZIO Varella
- Se você fuma, abandone o vício. A suspensão do fumo impede a progressão da doença, porém não reverte o processo. Os danos aos alvéolos são permanentes e os sintomas do enfisema permanecem. Novos tratament
CONTANDO HISTÓRIAS
TUNEL DO TEMPO - IMAGENS, MEMÓRIAS E PROGRESSO

Uma cidade de ruas estreitas, a maioria iluminadas a gás e cortada por pequenos bondes a burro. São Paulo foi assim até 7 de maio de 1900, quando o primeiro bonde elétrico partiu do largo de São Bento até a Barão de Limeira e causou um verdadeiro espanto na multidão que foi vê-lo passar. Depois desse dia, a cidade de São Paulo nunca mais foi a mesma : os bondes aumentaram o seu tamanho, a energia elétrica iluminou o resto das ruas, agilizou a indústria e criou novos hábitos na população. Toda essa transformação na fisionomia de São Paulo, que foi se dando ao longo destes anos contenta muitos, e desagrada outros tantos. A luz elétrica trouxe consigo a desnaturalização do tempo, eliminando a diferença entre o dia e a noite. Muitos confundiam -se, antes da light, São Paulo era uma cidade que se recolhia cedo para escapar do escuro. Mas a partir de 1900 começou a conhecer a vida noturna com os bares e cabarés, numa boêmia diferente dos antigos saraus de poesias nas casas das moças. De fato, antes de a luz elétrica chegar a São Paulo, foi preciso convencer muita gente de que as lampadas não faziam mal à vista nem ofereciam perigo de incêndio nas casas. Quando a Light instalou a iluminação pública no centro, chegou a receber cartas pedindo para que desligasse os postes durante a madrugada, para que as pessoas pudessem ver as estrelas.

Em 1901, São Paulo consumia 7.500 KW diários de energia elétrica, e em 1903 já tinha 30 lojas que vendiam gramofones e 46 cinemas e casas de diversões. A Light foi criada por uma carta patente da rainha Victória para explorar a eletricidade gerada sob qualquer forma, com poderes para construir ferrovias, linhas telefônicas e telegráficas e de adqüirir quaisquer bens móveis ou imóveis. Inclusive referentes à energia hidráulica lagos, açudes, rios e correntes de água. Nessa época, já mostra com que poder e garras o grande capital estrangeiro entrava no país. O poder político de barganhar, fazer loby e trânsito fácil entre homens de
ARTES PLÁSTICAS
ART-MUNDI - AUGUST MACKE - perfil

August Macke, nasceu em 03 de janeiro de 1887 em Meschede na Westfália. Seu pai August F. Hermann Macke era engenheiro civil e empreiteiro, sua mãe Maria Florentine, conhecida na época de solteira como Adolph, era empreendedora de um agricultor. Seu pai possuía um forte gosto pelas artes, possuindo um talento invulgar. Após o nascimento de Macke eles se mudaram para uma casa, na colônia de Brüsseler Strasse. Em 1897, Macke ingressou na escola secundária de Kreuz, onde conheceu Hans Thuar. O pai de Thuar possuía uma coleção de Xilografias japonesas, que casaram uma forte impressão em Macke. Macke mudou-se para Bona no final de 1900, onde ingressou na escola secundária de Bona. Macke conheceu Elisabeth Gerhardt, que se tornaria mais tarde sua futura esposa, a caminho da escola em 1903. Ainda na escola Macke viu algumas pinturas de Arnold Böcklin no Kunstmuseum de Basileia, onde simbolismo do artista deixara uma marca profunda no jovem sensível. Esta foi uma grande influência no desenvolvimento artístico de Macke, que estava cada vez mais determinado a ser artista. Essa idéia era contraria por seu pai, que na altura da quase pobreza preocupava-se com o futuro do filho e achava que ele deveria levar uma vida normal.
TELEVISÃO
COMENTÁRIOS - A FEITICEIRA NA TV

Série exibida na década de 60 na TV norte-americana " A Feiticeira " é adaptada para a telona. A mexidinha no nariz mais conhecida do mundo. Não é preciso ter nascido antes da década de 60 para saber que trata-se da característica imortalizada pela atriz Elizabeth Montgomery na série de TV A Feiticeira. Com mais de 350 episódios, divididos em oito temporadas, a história da "bruxa" Samantha Stephens mostra que ainda desperta interesse, mesmo depois de 30 anos. A prova disso é o filme homônimo que chega aos cinemas no dia 30 de setembro. O casamento da atriz Elizabeth Montgomery com o produtor William Asher foi o início da história de sucesso da série. O casal decidiu montar um programa que mostrasse o cotidiano de um frentista casado com uma mulher da alta sociedade. A desigualdade social e os eternos conflitos entre homem e mulher seriam a base de sustentação do seriado. Depois de apresentar a idéia para William Dozier, da Columbia Television, os produtores modificaram o enredo e em conjunto desenvolveram o episódio piloto.
TVZONA
COMENTÁRIOS - Atriz é a principal suspeita de roubo aos colegas

Lucy Mafra vive a personagem Claudete na novela América. Ela será obrigada a sair da novela, dia 18 de outubro.

A atriz Lucy Mafra, 50 anos, a Claudete da novela América, estaria sendo apontada, nos estúdios da TV Globo, como a pessoa que furta as colegas de elenco. Lucy nega. "Foi um engano. Houve um mal-entendido enorme", disse, em entrevista à colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S.Paulo.
Ela contou que uma camareira teria ficado apreensiva ao vê-la mexer na porta de um armário. "Ela viu uma chave balançando, e parece que já tinham roubado a Christiane Torloni (de cuja bolsa sumiram R$ 300). Ela (camareira) foi pegar um cordão para mim em outra sala. Eu fiquei sozinha no camarim. Meu armário é embaixo do armário da Christiane (Torloni). Abaixei para pegar o meu celular. Quando a camareira entrou, eu tinha acabado de bater a porta do meu armário", contou. Lucy disse que pediu para a atriz Christiane Torloni verificar se "sumiu alguma coisa do seu armário". "E de fato, sumiram coisas da Christiane, de outras pessoas. Foi uma coisa meio louca", disse.
A atriz afirmou ainda que ficaria muito aborrecida com a autora Glória Perez caso ela não escreva mais para sua personagem. "É a terceira novela que eu faço dela. Você acha que uma pessoa, 30 anos depois de entrar na TV Globo, trabalhando na empresa ininterruptamente, uma pessoa de 50 anos, faria uma coisa dessas? Em princípio, está tudo bem."
A TV Globo não se manifesta oficialmente.
FILMES EM CARTAZ
LAZER - A Lenda do Zorro - INDICAÇÃO F&M

Ao lado da mulher, o herói mascarado defende o povo de um novo vilão

Heróis mascarados também têm vida pessoal. No caso de Zorro (Antonio Banderas, foto), ele e sua bela mulher Elena (Catherine Zeta-Jones) enfrentam uma crise no casamento. Cansada de tantos atos incríveis do marido, ela quer que ele volte a ser uma pessoa comum e cuide decentemente do filho de 10 anos, de quem esconde que é um justiceiro. Quando está quase convencido de que vai deixar de lado essa "vida bandida" para se dedicar à família, é obrigado a voltar à ativa. Desta vez ele terá de enfrentar novos inimigos, que tentam impedir que a Califórnia se torne um Estado norte-americano. Uma organização secreta não quer de jeito algum que a região se una aos Estados Unidos, fazendo com que o destemido herói entre em cena mais uma vez. Só que seu retorno é acompanhado de uma certa instabilidade e cobranças matrimoniais.
Sete anos se passaram desde que A Máscara do Zorro foi lançado no cinemas. Um dos principais trunfos de A Lenda do Zorro foi manter Antonio Banderas e Catherine Zeta-Jones nos papéis principais, além de continuar com o mesmo diretor. Um dos problemas foi a recepção não muito calorosa da imprensa internacional.O orçamento do filme ficou em torno de US$ 80 milhões.
DISCOS / SHOWS
DIVULGAÇÃO - Rede Padrão

QUEM SOMOS
APRESENTAÇÃO - Seja cliente AgênciaFM

AgênciaFM fundada em maio de 2005, com sede no centro de São Paulo, e distribuição de notícias e fotos para vários periódicos no Brasil e também na Europa. Notadamente bem mais atuante nas áreas de artes e cultura, a Agência é dirigida pelos jornalistas profissionais Francisco Martins e Cícero Silva. O departamento fotográfico é dirigida pelo competente fotógrafo internacional Ed Kom, além Maurício Cardim e Nel Cassorla. Portando, estamos capacitados para atender aos mais diversos órgãos de Imprensa em boa parte do mundo, nos seguintes idiomas Inglês, Espanhol, Italiano e Português - de Portugal. leia mais

Capa |  ARTES PLÁSTICAS  |  ARTESANIA  |  ATUALIDADES  |  CARANGO  |  CHARGE  |  CINEMA ANTIGO  |  CLÁSSICA  |  CONTANDO HISTÓRIAS  |  CRÉDITOS  |  CULTURA  |  DEAD ROCK  |  DISCOS / SHOWS  |  EDITORIAL  |  EXPOSIÇÕES  |  F&M FEMININA  |  F&M WORLD  |  FILMES EM CARTAZ  |  FOTOTECA  |  GALERIA VISCONDE  |  GIGANTES DO JAZZ  |  IMPRENSA  |  LITERATURA  |  MAURÍCIO CARDIM  |  MPB  |  MUSEUS  |  PARCERIAS  |  PERSONALIDADES  |  PINTORES  |  PORTFÓLIO  |  PROJETOS  |  QUEM SOMOS  |  RÁDIO  |  REDAÇÃO  |  SAÚDE  |  SPcentro  |  TEATRO  |  TELEVISÃO  |  TENDÊNCIAS  |  TVZONA
Busca em

  
754 Notícias


MUSEUS
  MUSEUS
  Museu Republicano de Itu

FILMES EM CARTAZ
  LAZER
  A Lenda do Zorro - INDICAÇÃO F&M

DISCOS / SHOWS
  LAZER
  UM VETERANO AGITA TIM FESTIVAL

TELEVISÃO
  COMENTÁRIOS
  A FEITICEIRA NA TV

ATUALIDADES
  NOTÍCIAS
  Elijah Wood está em filme sobre holocausto na Ucrânia

F&M WORLD
  INTERNATIONAL
  Fotos do século 20 atingem preço recorde em leilões
  INTERNATIONAL
  PRECISANDO DE NOTÍCIAS DO BRASIL ?

TENDÊNCIAS
  INTERNATIONAL
  Estilistas novatos tentam a sorte em teste de loja de NY

PERSONALIDADES
  PERSONALIDADES
  Ivo Pitanguy: o pioneiro da cirurgia plástica no Brasil
  INTERNATIONAL
  FELIZ ANIVERSÁRIO PARA O RAMP TOZÉ

CARANGO
  CARROS
  MIURA: UM FORA - DE - SÉRIE

CINEMA ANTIGO
  INTERNATIONAL
  Marlene Dietrich "odiava sexo", diz filha

EXPOSIÇÕES
  INTERNATIONAL
  "Degas: La Famiglia Bellelli"
  INTERNATIONAL
  Tate abre exposição com 14 mil caixas plásticas em Londres

CULTURA
  PERSONALIDADES
  Alfred Nobel - perfil
  MUSEUS
  OS MUSEUS DO BRSAIL - Por Gilberto Gil

ARTES PLÁSTICAS
  ART-MUNDI
  REMBRANDT- PERFIL